top of page
Become a Member

Quem Somos?

O termo diáspora define o deslocamento, normalmente forçado ou incentivado, de massas populacionais originárias de uma zona determinada para várias áreas de acolhimento distintas. Em termos gerais, diáspora pode significar dispersão de qualquer nação ou etnia pelo mundo. Modernamente, o termo diáspora significa não só a dispersão como o seu resultado, isto é, o conjunto dos membros de uma comunidade dispersos por vários países. E, no meio destes resultados, não se deve ignorar a expressão de um povo ou comunidade que, por meio da escrita, tem contribuído sobremaneira para a valorização de sua língua materna, bem como para registrar as características culturais que cada obra literária carrega. Afinal, a literatura tem como maior propósito a humanização do homem!

 

Objetivos

O Grupo Internacional de Escritores “VOZES DA DIÁSPORA” tem como objetivos: → Integrar, valorizar, incentivar escritores de língua portuguesa. Aqueles que, mesmo longe de sua pátria, conseguem deixar legados importantes, não apenas “assistem” a História, mas contribuem com ela; → Criar pontes culturais entre o Reino Unido e países de língua portuguesa, por meio imersões sobre autores britânicos, produção de artigos de literatura comparada (entre autores britânicos e lusófonos), visitas culturais e literárias, workshop, oficinas, seminários e livros bilíngues. Afinal, a integração no país onde nos encontramos é essencial e, uma vez mais, a escrita é uma grande aliada; → Criar espaços de integração, onde os escritores possam se reunir, definir projetos, oficinas, workshops, lançar seus livros e ter momentos de sociabilização junto à comunidade de língua portuguesa; → Unir povos por meio de seu maior patrimônio cultural: a língua; → Contribuir para para o patrimônio literário, linguístico e cultural da língua portuguesa.

 

METODOLOGIAS E AÇÕES JÁ APLICADAS E SUGERIDAS:

 

Publicação de vários artigos nos principais veículos de língua portuguesa (fisícos e online) no Reino Unido. O Grupo Internacional de Escritores “VOZES DA DIÁSPORA” lançará sua primeira coletânea “A Paz que Habita em Mim” em 2023. São textos sobre o tema paz (crônicas, artigos e poemas), de lusófonos que moram ao redor do mundo, especialmente no Reino Unido.

 

O livro já se encontra em fase de revisão. Dentre as atividades já realizadas pelo grupo, vale destacar: Workshop sobre Charles Dickens- No dia que seria o seu aniversário; na "DICKENS ROOM" do pub The spaniards Inn, em Hampstead, onde o escritor frequentava e escrevia;

 

A Exposição Literária e Cultural “Artshout”, na Espacio Gallery. Escritores, músicos e artistas plásticos, por meio da Arte, deram o seu “grito” de paz. A exposição durou uma semana e contou com o apoio do então Cônsul Geral do Brasil em Londres, Exmo Senhor Tarcísio Costa; Workshop sobre o laureado poeta John Betjeman, que salvou a estação de St Pancras de ser demolida (a função social da literatura!); Visita Cultural e Literária à Gordon Square e British Library, onde tivemos workshop sobre o famoso “Grupo de Bloomsbury”; Virgínia Woolf; o imortal poeta Tagore e o grande monumento do jardim da Biblioteca Britânica, “Newton after Blake”.

Que nossa escrita e nossa expressão artística alcancem futuras gerações.

 

Nossa língua não irá se calar! Ela, ao redor do mundo, se manifesta em nossos ensaios, artigos, poemas, livros. Nossa cultura e identidade cultural serão eternizadas por meio de nossos legados, em cada obra que é publicada. Continuamos unidos num propósito coletivo. A literatura une povos! Concordamos com Camões, ao dizer: “Quem não sabe a arte, não a estima.” Com este release, gostaria de convidá-la a fazer parte de nossa coletânea sobre a paz, que será lançada este ano. Temos textos (artigos, poemas, crônicas) de escritores de língua portuguesa espalhados pelo mundo. Sua participação no projeto será uma honra! Creio seria a pessoa ideal para fazer o prefácio desta obra, de verdade. Você é pura serenidade e paz! Com os mais sinceros cumprimentos,

Quem Somos
Objetivos
Metodologia

Que se ouça a nossa voz!

Não podemos e nem vamos nos calar, pois sabemos que a função social da literatura é também facilitar ao homem compreender e, assim, emancipar-se dos dogmas que a sociedade lhe impõe. Permanecemos firmes em nossa missão de contribuir para para o patrimônio literário, linguístico e cultural de nossa língua.

bottom of page